Como espantar pombos do forro definitivamente

Sabemos que existe a grande preocupação em afugentar pombos, por questões higiênicas e por serem uma ameaça à saúde de quem está na sua casa. Então você se “pergunta como espantar pombos do forro ou até mesmo do meu telhado? Eu devo matar os pombos? Usar algum tipo de veneno?”.

Matar os pombos é considerado crime e o uso de veneno contra pombos pode te trazer problemas com a justiça, então o veneno nunca é a melhor solução, mas não se preocupe, existem outras soluções para esse problema. Vamos explicar como espantar pombos do forro da sua casa de forma não letal, sem sequer machucá-los.

 Pombo pousado em telhado. Saiba como espantar pombos do forro ou do telhado no blog da Mansão dos Repelentes!

Executando a manutenção contra pombos

A manutenção pode ser feita:

  • Executando a prevenção da entrada dos pombos no forro, telhado ou sacada de sua casa
  • Afugentar pombos utilizando repelentes naturais, não letais como o repelente em gel “Byebird” ou repelente eletrônico “Espanta Pombos”.

Aprenda como espantar pombos do forro utilizando repelentes naturais, seguros e não-letais

Caso você já tenha um problema com as aves em sua casa e queira uma solução que não machuque ou mate os animais, existem repelentes atóxicos.

Estamos falando sobre o repelente em gel Byebird, que garante repelir as aves do local, uma vez que causa desconforto às patas do pombo, que busca rapidamente outro local para se alocar.

Caso o acesso ao forro seja mais difícil, existe o repelente eletrônico “Espanta Pombos” que nada mais é do que um aparelho que emite uma frequência sonora incômoda o suficiente para espantar pombos.

Nenhum desses repelentes machuca o animal

São alternativas eficientes e práticas, todas regulamentadas e dentro da lei.

Dessa forma, é possível executar a manutenção da segurança na sua casa, garantir a saúde de seus familiares, amigos ou visitantes regulares evitando a convivência com os pombos, porém sem o uso de venenos ultrapassados e puníveis por lei.

Outro ponto importante: em áreas industriais ou comerciais, a utilização de venenos ou outras substâncias químicas é proibida e pode ser condenada pela vigilância sanitária. A instalação do repelente eletrônico nesses locais, portanto, não somente é a mais recomendada, como também a única opção possível.

Apresentamos alternativas simples, que qualquer pessoa pode executar para espantar pombos do forro, telhado, sacada ou varanda de qualquer local.

Se interessou? Acesse a Mansão dos Repelentes e conheça toda a nossa linha de produtos!

Repelente – Ratos para fora definitivamente!

Estamos em constante risco de contaminação de doenças por conta dos inúmeros potenciais transmissores que se espalham nos mais diversos ambientes, seja em grandes centros urbanos, áreas industriais ou pequenos sítios na área rural. Um desses transmissores, capaz de provocar uma infestação em qualquer lugar, é o rato. Você sabia que, quando o assunto é repelente, ratos também podem ser eliminados definitivamente?

O repelente para ratos é a solução com o melhor custo-benefício do mercado, com excelentes resultados e completamente seguro. O repelente ajuda no controle da praga e elimina o risco de contaminação, tanto por contato direto com o animal como através das fezes que eles espalham. Considerando que, muitas vezes, ratoeiras e venenos são pouco ou nada eficientes, surge-se a principal vantagem do repelente; ratos são eliminados do ambiente de forma definitiva e sem risco à saúde das pessoas e de outros animais envolvidos.

Dupla de ratos escondidos em fresta, dentro de casa. Através do repelente ratos são eliminados definitivamente! Conheça a Mansão dos Repelentes!

Ratos realmente caracterizam um risco tão sério à saúde humana?

A resposta, infelizmente, é sim. Ratos são comumente associados à leptospirose, que é transmitida pela urina desses roedores. A leptospirose se não for tratada em tempo hábil, pode levar a pessoa contaminada à morte. Mas não é só isso, pois os ratos são transmissores de uma variedade muito maior de doenças, ensejando a necessidade do uso de repelente.

Vejamos algumas outras doenças transmitidas aos humanos pelos ratos:

  • Peste negra: você, com certeza, já ouviu falar dessa doença. A peste negra, ou peste bubônica, é uma das doenças mais antigas já registradas. Foi primeiramente notada nos tempos da Idade Média, ou seja, em meados do século XIV e foi responsável por matar aproximadamente 75 milhões de pessoas. Essa doença se espalha por conta das pulgas dos ratos. Em uma semana, a peste apresenta sintomas de febre alta e mal-estar, assim como protuberâncias azuis na pele. A peste negra é tratada com antibióticos e, ainda assim, tem um índice assustador de 15% de mortalidade;
  • Febre da mordida do rato: o próprio nome é autoexplicativo, pois a febre é contraída através da mordida de um rato infectado. A febre pode ainda causar outros sintomas secundários como vômito e dores musculares e pode evoluir para pneumonia e causar infartos;
  • Hantavirose: essa virose é transmitida através da urina e saliva dos ratos, podendo matar caso não for tratada;
  • Sarnas e alergias: o pelo dos ratos pode acabar causando uma sarna. A sarna, também chamada de escabiose, tem um contágio fácil e pode aparecer em seres humanos, bem como em animais domésticos. A sarna provoca muita coceira e o tratamento é feito com medicamentos específicos.

Como você pode observar, o rato não consiste em uma praga simples e de pouco risco. O rato é um dos transmissores mais fortes que existem. Por conta disso, é extremamente recomendável que se busque produtos para eliminar esses riscos e viver saudavelmente em segurança.

Repelente: ratos fogem do repelente eletrônico

O repelente para espantar ratos pode ser encontrado no mercado em diferentes tipos de modelos, variando entre metragens que abrangem 60, 120, 800, 1.000, 3.200 e 4.200 metros quadrados.

É de grande importância levar em conta que estes repelentes eletrônicos, assim como qualquer produto ultrassônico, não são capazes de romper barreiras como paredes, ainda que dentro das metragens indicadas no produto. Se for esse o seu caso, o recomendado é fazer a instalação de um aparelho com alcance de 1.000 metros para proteger a casa toda e instalar mais alguns aparelhos com alcance menor que sejam devidamente distribuídos pelos outros cômodos onde os ratos costumam surgir.

Conheça mais sobre os repelentes para ratos da Mansão dos Repelentes!

Cuidados que devem ser tomados durante o uso do repelente eletrônico

Ainda há alguns cuidados recomendados que sempre ajudam a afastar os ratos, como, por exemplo, evitar deixar alimentos à disposição desses roedores, além de manter o local limpo, pois os ratos são animais que se orientam muito mais pelo olfato do que pela visão e conseguem chegar facilmente no alimento disposto. Se o local onde os ratos costumam aparecer estiver frequentemente limpo, a possibilidade de surgimento de um roedor e, assim, haver transmissão de uma ou mais doenças diminui drasticamente.

Além do atrativo custo-benefício desse repelente para ratos, o produto não oferece riscos nem mesmo ao roedor. Acontece que suas ondas sonoras emitidas não machucam o animal, nem prejudicam sua audição, simplesmente os incomoda ao ponto de fazê-los se afastarem do local e levarem consigo suas chances de uma infestação.

O ouvido humano, bem como a audição de outros animais não são afetadas pela emissão das ondas. Por isso, o repelente ultrassônico se torna a melhor, mais inovadora e atraente solução para quem quiser se livrar desses bichos sem causar mal algum.

Precisa eliminar pombos? Conheça a melhor solução

Atualmente, há no mercado uma grande variedade de soluções para lidar com problemas de infestações de pragas como pombos, ratos e morcegos. Algumas dessas soluções são cruéis, desnecessárias e pouco seguras para as pessoas envolvidas. Por outro lado, há produtos pensados especificamente para cuidar dessas infestações de um jeito seguro, eficiente e que não envolva eliminar pombos através de matança.

Produtos que repelem pragas sem matar animais são as melhores opções, não somente por ser claramente a escolha mais humanizada de lidar com animais, mas porque eliminar pombos através de matança é uma prática explicitamente ilegal e deve ser abandonada.

Pombo pousado em telhado. Quer saber como eliminar pombos de forma segura e definitiva? Conheça a Mansão dos Repelentes!

Por que eliminar pombos é proibido?

Porque a Lei nº 9.605/95, mais conhecida como Código de Defesa Florestal, previu essa prática que, infelizmente, é comum no Brasil. Ao prever a matança de animais, o Código de Defesa Florestal também determinou uma pena como punição a qualquer pessoa que resolver eliminar animais como pombos. A pena pode ser cumulativa de detenção com pagamento de multa.

Doenças que os pombos podem transmitir se não forem repelidos

O pombo pode contaminar o ser humano com mais de 50 doenças transmitidas por meio de suas fezes, urina, piolho e saliva. É muito fácil ter contato com superfícies onde haja resíduos de fezes sem sequer perceber, pois quando o pombo infesta um local, pousa em toda e qualquer superfície.

É importante saber os riscos que você corre ao se manter em meio a pombos. Uma vez que surgem sintomas, é altamente recomendado que um médico seja procurado já que algumas doenças apresentam sintomas similares e podem ser confundidas, impossibilitando o tratamento adequado.

Vejamos algumas das doenças e seus sintomas:

  • Toxoplasmose: doença infecciosa que tem como sintomas ínguas, febre, dores musculares, dor de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo e dificuldade para enxergar;
  • Salmonelose: causa dores abdominais e diarreia. Doença mais branda, que pode ser tratada em casa;
  • Infecções cerebrais e pulmonares;
  • Alergias: tem-se a dermatite por contato, que provoca muitas coceiras e infecções;
  • Cegueira;
  • Histoplasmose: provoca micose profunda que pode afetar os órgãos dos seres humanos, transmitida por meio das fezes dos pombos;
  • Dermatites;
  • Neurocriptococose;
  • Psitacose: causa febre, tosse, calafrios e dores de cabeça. Esta doença é normalmente leve, e são receitados antibióticos para a cura da mesma;
  • Criptococose, conhecida como a Doença do Pombo, transmitida através da picada do piolho de pombo.

Repelente em gel Byebird para eliminar pombos

Ilustrativo de como eliminar pombos com o gel Byebird

Ao invés de eliminar pombos e incorrer em prática ilegal, escolha o repelente em gel. Esse produto é seguro, pois é atóxico, ou seja, não oferece nenhum risco à saúde do pombo nem à saúde do ser humano que tiver contato com o gel. Para garantir a eficiência desse repelente, é recomendado que:

  • Seja feita limpeza prévia das superfícies onde os pombos possam pousar, pois é onde o gel deve ser aplicado;
  • Incentivar a presença de outras aves no local, o que ajuda a afastar o pombo que evita precisar competir por abrigo e comida;
  • Reaplicar o gel de 6 em 6 meses se for em local externo, e de 2 em 2 anos caso for em local interno, uma vez que a exposição ao tempo diminui a durabilidade do gel.

O gel funciona porque cria uma camada aderente sobre a superfície. Quando o pombo pousa, a textura do repelente incomoda muito as patas da ave, que não consegue ficar pousada no local e precisa se afastar. Quando a área ao redor é toda coberta pelo gel, o pombo é obrigado a se afastar definitivamente.

Repelente eletrônico para pombos

Outra opção que pode ser mais adequada para a sua necessidade e não exige reaplicação como no caso do gel, é a versão eletrônica. O repelente eletrônico é composto de emissores de ondas sonoras que incomodam a audição do pombo, forçando-o a se afastar para fora do alcance dessas ondas. Dependendo do modelo escolhido, essa abrangência vai de 10 a 30 metros. O produto vem com instruções simples e descomplicadas, o que permite que você mesmo realize a instalação.

Esse modelo de repelente também não machuca os pombos, nem quaisquer outros animais nos arredores, sejam domésticos ou não. Tampouco o ouvido humano consegue captar o som emitido. Essa frequência sonora é suficiente para incomodar a audição do pombo, mas não provoca danos ou riscos maiores ao animal. É a opção ideal para evitar eliminar pombos ao tentar se livrar dessa praga.

Se interessou? Acesse a Mansão dos Repelentes e conheça todas as nossas opções!

Repelente – Pombos não precisam ser mortos!

Em meio ao constante risco de contaminação de doenças de pombos, surge a necessidade de um produto que funcione e afaste de vez os pombos de áreas frequentadas por pessoas que não devem ter contato com esses animais. O mercado, atualmente, disponibiliza uma série de opções de repelente: pombos, pardais, morcegos, ratos, entre outras pragas urbanas, podem ser afastados sem a necessidade de venenos.

O repelente para pombos funciona da melhor forma porque garante que o pombo se afaste dos locais protegidos e não retorne, sem machucar o animal ou recorrer às práticas ilegais de matança dessas aves – aqui, surge a principal vantagem do repelente; pombos possuem sua matança proibida por lei. Além disso, o repelente pode ser encontrado em modelos bem distintos que atendem a qualquer necessidade.

Pombo pousado em telhado. Conheça nossas opções de repelente, pombos, ratos e morcegos não precisam ser mortos para se afastarem da sua casa!

Mas por que eu não posso eliminar os pombos se eles representam um risco à minha saúde?

Porque o Código Florestal estabelece essa regra. A Lei nº 9.605/95 determina que é proibido matar animais como forma de extermínio e tal prática é considerada crime. Assim como qualquer crime, sua ocorrência resulta em punição. A pena pode ser cumulativa de detenção com multa a ser paga. Melhor optar por um repelente.

Repelente: pombos fogem do repelente em gel

Um dos repelentes para pombos disponíveis no mercado atualmente é o repelente em gel. Esse repelente é basicamente um gel com textura bem pegajosa que deve ser aplicado nas superfícies onde o pombo pouse. Essa textura incomoda a pata do animal, que não consegue permanecer no local e se afasta.

O gel é inodoro e completamente atóxico. Não provoca nenhum dano à saúde de quem aplica o produto, tampouco afeta o pombo. O gel meramente causa incômodo suficiente para fazer o bicho se afastar. Antes de ser aplicado, indica-se que seja feita uma limpeza da área de pouso dos pombos, pois pode haver resíduos de fezes e urina ainda, o que é prejudicial à saúde.

Conheça também o repelente eletrônico

Outra opção para se livrar dos pombos é o repelente eletrônico. Este repelente possui modelos que variam conforme seu alcance em metragem, se adaptando para áreas pequenas e grandes, de acordo com a necessidade do consumidor.

O repelente eletrônico emite ondas sonoras que incomodam a audição do pombo, sem realmente machucá-los. Assim como o gel, essas ondas são suficientemente irritantes para fazer com que o animal se afaste.

O produto é de simples instalação e não requer maiores cuidados. É importante salientar que quando instalado em locais com muitas divisórias, recomenda-se optar por modelos de alcance menor que sejam espalhados entre os cômodos para um resultado satisfatório.

Espículas para pombos – Por que não usar?

É natural que novos meios de se livrar de pombos surjam no mercado. A preocupação em afastar pombos é grande e deve existir, uma vez que essas aves são potenciais transmissoras de um grande número de doenças. Um desses meios que existe hoje são as espículas para pombos.

Espículas para pombos foram desenvolvidas para afastar os pombos machucando esses animais. O produto é feito com hastes de arames com pontas como se fossem agulhas sobre a superfície onde são colocadas. Isso machuca muito o pombo quando ele pousa. Ainda que faça o que promete, é uma opção cruel e completamente desnecessária, pois há repelentes absolutamente eficazes que não machucam as aves e não trazem uma aparência agressiva ao local de instalação/aplicação.

Pombo pousado em telhado. Acesse o blog da Mansão dos Repelentes e entenda por que não utilizar espículas para pombos!

Doenças que os pombos podem transmitir

Essa necessidade de fazer os pombos se afastarem dos arredores dos seres humanos surge porque essas aves podem transmitir doenças bem graves. Vejamos algumas:

  • Criptococose: ataca o pulmão e o sistema nervoso central;
  • Histoplasmose: causa micose profunda;
  • Dermatites: transmitidas por meio dos piolhos de pombos;
  • Toxoplasmose;
  • Alergias: por conta da inalação de penugens dos pombos.

Conheça o repelente eletrônico para pombos, uma excelente alternativa às espículas para pombos

Ao invés de machucar os animais com espículas para pombos, opte por um repelente eficaz e que seja seguro. É o caso dos repelentes da Mansão dos Repelentes. O modelo eletrônico, após instalado, emite uma frequência sonora que causa incômodo à audição dessas aves. O ponto principal desse produto é que ele tão somente causa um incômodo suficiente para afastar os pombos, sem danos permanentes ou quaisquer outros riscos às aves.

O repelente eletrônico possui variação de alcance de acordo com o tipo escolhido, mas funciona com capacidade semelhante, mudando apenas a abrangência de suas ondas. Eles podem ser instalados em qualquer lugar, residencial ou não, pois suas ondas sonoras não afetam a audição humana, sendo imperceptível.

Conheça também o repelente em gel Byebird!

Se a versão eletrônica não parece atender o que você precisa, a Mansão dos Repelentes te dá outra opção: o repelente em gel. Esse gel deve ser aplicado em toda e qualquer superfície onde o pombo pouse. O que ocorre é que por conta da textura aderente da camada do gel aplicado, as patas dos pombos ficam pegajosas na superfície e isso o incomoda. Em resultado, os pombos se afastam.

O gel é inodoro e atóxico, se tornando seguro para os pombos e para qualquer pessoa que entre em contato com o produto. Espículas são um meio cruel e dispensável de lidar com pombos.

Opte por um método seguro e eficaz: escolha a Mansão dos Repelentes.

Evite matar pombos: conheça os repelentes

Quando há uma infestação de pragas, a busca por um meio eficaz de solução do problema se torna urgente. A primeira ideia é comumente recorrer a métodos como dedetização, venenos, pois são meios que parecem definitivos. O problema com essa escolha é que matar pombos é proibido por lei, além de completamente cruel e desnecessário.

Para evitar matar pombos, a Mansão dos Repelentes traz o recurso ideal para você lidar com infestação de pombos: repelentes. A linha de repelentes para pombos possui dois tipos, o eletrônico e o gel, que são comercializados em variados modelos, conforme sua necessidade.

Pombo pousado em telhado. Matar pombos é ilegal! Conheça alternativas seguras no blog da Mansão dos Repelentes!

Outros cuidados que ajudam a lidar com infestação de pombos

Além do uso de repelentes, há alguns outros essenciais cuidados que você pode ter para evitar a infestação de pombos na sua residência, empresa ou sítio. Alguns desses cuidados indicados são:

  • Pintar o telhado de branco;
  • Estimular as aves nativas de sua região a habitarem a área onde há a infestação de pombos ao plantar e manter árvores frutíferas, pois os pombos acabam se afastando quando são forçados a competir por alimento e abrigo com outras aves presentes;
  • Utilizar telas ou optar por fechar as aberturas por onde os pombos consigam passar com o uso de alvenaria ou outro material tão resistente quanto esse;
  • Limpar os locais onde os pombos pousem para evitar o acúmulo de partículas das fezes que podem se manter no local quando não são devidamente limpadas.

Ainda que você siga esses passos, o uso do repelente não se torna desnecessário. Pelo contrário, a parte importante do processo de se livrar de uma infestação de pombos é priorizar o repelente na área afetada. Mas tomar alguns cuidados extras contribui ainda mais para que você evite uma série de possíveis transmissões de doenças.

Quais são as doenças que os pombos podem passar ao ser humano?

Os pombos são transmissores de uma série de doenças e é por isso que são considerados como uma praga, por seu potencial risco oferecido aos seres humanos. Vejamos quais são as doenças que você pode evitar contrair ao decidir cuidar desse problema:

  • Toxoplasmose;
  • Salmonelose;
  • Alergias;
  • Cegueira;
  • Histoplasmose;
  • Dermatites;
  • Neurocriptococose;
  • Psitacose;

São mais de 50 possíveis doenças que os pombos podem transmitir, seja através de sua urina, das suas fezes, ou mesmo por conta do piolho de pombo. Por isso é crucial que você descubra mais e comece já a usar os repelentes para pombos, evitando o pior.

Conheça o repelente em gel e nunca mais pense em matar pombos

O repelente em gel Byebird é a primeira opção para evitar matar pombos e conseguir se livrar dessa praga. O gel possui uma textura aderente que incomoda as patas dos pombos quando esses animais pousam na superfície coberta pelo gel. Essa aderência é suficientemente incômoda para fazer o pombo realmente se afastar do local. A ideia é que todas as possíveis superfícies de pouso do pombo sejam cobertas.

O produto é muito simples e fácil de ser aplicado, permitindo que qualquer um consiga fazê-lo sem dificuldades, seguindo as instruções do rótulo. O gel deve ser aplicado após uma limpeza cuidadosa das superfícies para que se elimine a possibilidade de haver restos de fezes e urinas que entrem em contato com a pessoa.

O repelente em gel tem eficácia máxima, além de uma excelente duração. O produto chega a durar até 6 meses quando exposto ao sol, chuva e vento, enquanto em lugares internos a necessidade de uma reaplicação pode chegar a 2 anos de intervalo. O gel é completamente seguro pois é atóxico, ou seja, não oferece nenhum risco à saúde das pessoas, animais domésticos, tampouco do próprio pombo.

Ilustrativo de como eliminar pombos com o gel Byebird

Saiba mais sobre o repelente eletrônico para espantar pombos

O repelente eletrônico é a segunda opção de repelentes à sua disposição. Esse tipo de repelente funciona emitindo ondas sonoras de forma ininterrupta. Essas ondas sonoras são inaudíveis ao ouvido humano, mas são percebidas pela audição dos pombos, causando imenso incômodo, os fazendo se afastarem do local. Assim como na versão em gel, esse incômodo provocado não machuca o animal de forma alguma.

O repelente eletrônico de pombos da Mansão dos Repelentes possui dois modelos de acordo com a sua necessidade. O primeiro modelo é o REP -02 que alcança uma área de 10 metros. O segundo modelo é o REP -06 que tem uma potência ainda maior de 30 metros. É indicado que seja feita a instalação de mais de um de menor alcance em locais com muitas divisórias, pois o sinal não consegue romper barreiras físicas.

Se interessou? Acesse agora a Mansão dos Repelentes e conheça todo o nosso catálogo!

Pombo – Doenças e riscos à saúde

Pombo é um animal sempre relacionado como o símbolo da paz, aparentando ter uma aura limpa e ser um bichinho do bem. Enquanto é verdade sobre a parte do pombo ser um bicho do bem, infelizmente, quando o assunto é pombo doenças e riscos às pessoas devem ser considerados com atenção.

Os pombos são, na verdade, uma das maiores pragas atuais, principalmente em grandes centros urbanos onde essas aves costumam se aglomerar e, consequentemente, espalham fezes e pulgas. Pombo doenças, riscos e formas de acabar com infestações são os assuntos que iremos abordar neste artigo.

Pombo pousado em telhado. Quando o assunto é pombo doenças e riscos à saúde, informe-se com a Mansão dos Repelentes!

Pombo: doenças principais que são transmitidas por estas aves

O pombo transmite doenças através de bactérias presentes em suas fezes, urina, saliva e piolho. São tantas possíveis formas de contaminação que o pombo se torna um grande risco à saúde de qualquer pessoa. Ainda que você não tenha entrado em contato direto com o animal, como tocando-o, o risco não diminui, pois suas fezes e urina se espalham em locais onde essas aves pousam, contaminando diversas superfícies com as quais você entra em contato sem notar.

Os pombos são uma ameaça à saúde ainda maior, pois não se encontram somente em centros urbanos, os quais muitas pessoas não frequentam e que poderiam, assim, eliminar a chance de contrair alguma doença causada por pombo. Esses animais podem criar uma infestação em áreas industriais, em áreas rurais e até mesmo em lugares residenciais. Não é incomum encontrar infestação de pombos em telhados de casas.

Vejamos a seguir algumas das doenças que esses animais podem transmitir e quais são os sintomas para você ter atenção e procurar tratamento o mais rápido possível:

  • Toxoplasmose: a toxoplasmose é uma doença infecciosa geralmente associada aos ratos, mas que também é transmitida pelos pombos. Essa doença pode causar aparição de ínguas na região do pescoço, seguindo de sintomas mais agravantes como febre, dores musculares, dores de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo e dificuldade para enxergar;
  • Histoplasmose: essa doença é transmitida pelas fezes dos pombos. Dentre os sintomas da histoplasmose, há o início de uma forte micose, podendo se agravar e afetar os órgãos internos. Micose pode parecer uma consequência leve e pouco preocupante, mas havendo o risco de piorar sempre deve haver cuidado e devido tratamento;
  • Criptocose: essa doença é transmitida pela poeira no ar que contém partículas das fezes dos pombos. A criptocose afeta o pulmão e pode causar problemas no sistema nervoso central. Além disso, essa doença causa alergias, micose intensa e pode chegar a provocar meningite. Seus sintomas são febre, tosse, dores na região do tórax, dor de cabeça, sonolência, confusão mental, entre outros;
  • Alergias: é possível desenvolver alergia pelo contato com as fezes dos pombos e a mais comum é a dermatite, que causa coceira e infecções de diversos graus.

Algumas das doenças provocadas por pombos apresentam sintomas iguais, por isso é essencial que, após observar a presença destes, seja procurado um médico para uma investigação mais aprofundada para que se faça o tratamento devido.

Conheça o repelente em gel Byebird

Ilustrativo de como eliminar pombos com o gel Byebird

O repelente em gel Byebird é a primeira alternativa para se livrar dos pombos e, assim, evitar o risco de contrair quaisquer doenças de pombo. O repelente em gel tem uma textura pegajosa que, quando em contato com as patas dos pombos, causa grande incômodo. Por consequência, o animal se afasta do local, pois não há superfície confortável para pousar.

Uma das vantagens desse repelente é seu custo-benefício, pois o produto dura até 6 meses quando aplicado em local exposto ao tempo e 2 anos em locais fechados. O período de intervalo para a reaplicação é uma das grandes qualidades desse repelente.

Além disso, o repelente em gel é inodoro e atóxico, sendo uma solução completamente segura para todos os envolvidos que entrem em contato com o produto, incluindo o próprio pombo.

Clique aqui e compre agora o repelente em gel Byebird

Conheça o repelente eletrônico para pombos

Se o repelente em gel não parece ser a melhor opção para você, há também o repelente eletrônico. Esse repelente emite uma frequência de ondas sonoras que incomodam a audição do pombo, fazendo com que ele se afaste do local. Essas ondas não são captadas pelo ouvido humano, mas tampouco causam qualquer risco à audição, nem mesmo ao do pombo. O efeito dos repelentes da Mansão dos Repelentes são voltados para espantar os pombos, nunca para machucá-los.

Assim como o repelente em gel, o eletrônico também apresenta um excelente custo-benefício, pois é um produto fácil de ser instalado pelo próprio cliente e não precisa de trocas. Esse repelente pode permanecer ligado 24 horas por dia, pois tem um consumo baixo de energia, evitando que o pombo retorne à área protegida.

Clique aqui e compre agora o repelente eletrônico para pombos

Como fazer controle de ratos de forma eficiente?

O controle de ratos é uma preocupação comum pois, infelizmente, a infestação de ratos e, com ela, a enorme variedade de graves doenças transmitidas são comuns nos dias de hoje, onde quer que você more. Ratos estão espalhados por toda a parte e se não transmitem doenças através do contato direto com o ser humano, é capaz de fazê-lo pela sua urina, fezes, saliva e mesmo pulgas.

O rato representa um risco grande à saúde das pessoas por conseguir transmitir tantas doenças por diversos meios, o que multiplica a chance de que você contraia algo. O controle de ratos é a melhor maneira de lidar com esse iminente risco. Melhor que remediar, sempre é prevenir.

Dupla de ratos marrons escondidos em uma fresta. Quer saber como realizar o controle de ratos de forma definitiva? Acesse a Mansão dos Repelentes!

Quais doenças são transmitidas pelos ratos?

Há uma variedade bem grande de possíveis doenças transmitidas pelos ratos. Vejamos algumas:

  • Leptospirose: a mais conhecida doença transmitida pelos ratos é causada pela bactéria Leptospsira. Entre os sintomas estão: tosse, calafrios, febre alta, canseira, diarreia, náuseas, dores musculares, manchas vermelhas, olhos ruborizados e a meningite;
  • Peste Bubônica: outra bactéria que causa uma doença bem séria, a Yersínia Peste, também é transmitida por ratos e é uma das com maior grau de fatalidade. Os sintomas incluem febre alta, tremores, suores, vertigens, intolerância à luz, taquicardia, fadiga, dor de cabeça, sonolência, moleza, tosse seca (com ou sem sangue expelido) e o aumento dos gânglios linfáticos;
  • Síndrome Cardiopulmonar por Hantavírus: outra doença transmitida pelos ratos também fatal que ataca o pulmão e o coração. Os sintomas são a febre alta, dores no corpo, cefaleia, diarreia, vômitos e náuseas.

Tendo em vista essas doenças, o melhor meio de realizar o controle de ratos é através de um eficiente e seguro repelente para ratos. O repelente é indicado insistentemente, por ser a opção mais eficaz, segura e definitiva para a eliminação dos roedores.

Qual repelente devo escolher para realizar o controle de ratos?

A melhor opção é, sem dúvida, o repelente eletrônico. Esse repelente é instalado no local onde os ratos costumam se alojar. O aparelho emite uma onda sonora completamente inaudível ao ouvido humano, mas que incomoda o animal de forma que o faz se afastar do local protegido. As ondas sonoras não causam nenhum dano permanente ao rato, nem a qualquer outro animal que se encontre nas redondezas, sendo, assim, completamente seguro.

O aparelho vem com instruções simples e claras, o que permite que você mesmo o instale. Por estar disponível em modelos variados, com diferentes alcances em metros, o produto é uma excelente opção para quaisquer lugares que necessitem de proteção contra ratos.

Se interessou? Acesse agora a Mansão dos Repelentes!

Veneno para matar pombos é contra a lei

Muitas pessoas recorrem ao uso de veneno para matar pombos para se livrarem desses potenciais transmissores de doenças. Tanto em áreas urbanas quanto em áreas rurais, a infestação de pombos é sempre um risco à saúde dos seres humanos e, de fato, é preciso ter atenção a esse problema.

Contudo, o uso de veneno para matar pombos, além de ultrapassado, pode cair em prática ilegal por conta da matança de animais. Hoje em dia, no mercado, há opções completamente eficazes para se livrar de pombos sem a necessidade de matá-los ou machucá-los.

Pombo pousado em telhado. Você sabia que veneno para matar pombos é ilegal? Acesse o blog da Mansão dos Repelentes e saiba mais!

Quais são as doenças que os pombos podem transmitir?

Muita gente quando pensa em doença transmitida por pombos, lembra da toxoplasmose e o piolho de pombo, mas, na verdade, os pombos são capazes de transmitir de 50 doenças às pessoas. Vejamos as principais:

  • Criptococose: ataca o pulmão e o sistema nervoso central;
  • Histoplasmose: causa micose profunda;
  • Dermatites: transmitidas por meio dos piolhos de pombos;
  • Alergias: por conta da inalação de penugens dos pombos;
  • Febre dos papagaios ou ornitose: causa infecções.

Conheça o repelente em gel Byebird, uma alternativa ao veneno para matar pombos

O repelente em gel Byebird possui uma textura que, quando em contato com as patas dos pombos, causa grande incômodo. Procurando fugir da sensação de aderência e aprisionamento, as aves desaparecem de qualquer local onde o gel for aplicado.

A utilização do gel é bem simples e qualquer um pode aplicá-lo, dispensando a contratação de um profissional para o trabalho e de qualquer outro tipo de gasto para se livrar dos pombos. Para garantir a eficácia do produto, é interessante que o gel seja reaplicado a cada 6 meses, quando em local aberto, ou a cada 2 anos, quando em local fechado e protegido de sol, vento e chuva.

O gel é inodoro e atóxico, sendo completamente seguro para os animais e pessoas que entrem em contato. O objetivo do repelente em gel é afastar os pombos sem agredi-los de qualquer forma.

Conheça o repelente eletrônico Espanta Pombos

O repelente eletrônico é uma outra forma de garantir segurança e prevenção das doenças transmitidas pelos pombos às pessoas. Esse repelente emite uma frequência sonora que incomoda a audição do pombo, afastando-o do local. Essas ondas não causam riscos à audição humana ou mesmo dos animais, somente incomoda o suficiente para afastá-los.

Prático e rápido, até mesmo o comprador pode instalar o produto sem dificuldades. De consumo muito baixo de energia, o repelente eletrônico deve ser mantido ligado 24 horas por dia, evitando uma nova aproximação de pombos.

Como espantar pombo da minha casa?

Atualmente, há diversos tipos de doenças contagiosas às quais estamos expostos diariamente. Algumas dessas doenças são transmitidas por animais que são considerados pragas aos humanos. Um dos animais mais conhecidos como transmissor de doenças é o pombo, popularmente conhecido como “o rato com asas” das grandes cidades.

Os pombos são capazes de transmitir mais de 50 tipos de doenças aos seres humanos, podendo ser através de fungos encontrados nas fezes dessas aves ou mesmo através dos piolhos de pombo. Seja como ocorrer a transmissão, o fato é que os pombos oferecem riscos à saúde das pessoas e, por isso, é extremamente necessário recorrer a meios de como espantar pombo para se livrar da ameaça, principalmente em casa.

Pombo pousado em telhado. Quer saber como espantar pombo da sua casa? Acesse o blog da Mansão dos Repelentes!

Quais são os riscos reais que os pombos oferecem à saúde das pessoas?

O primeiro risco que essas aves oferecem às pessoas está presente no piolho de pombo, que é somente um dos problemas que esse animal pode causar. Através do piolho, o pombo é capaz de provocar doenças como dermatite, forte irritação na pele, e até mesmo levar a vítima a ter anemia. Isso tudo por conta somente da picada do piolho de pombo.

Mas as doenças causadas pela picada do piolho de pombo, infelizmente, não são as únicas com as quais você deve se preocupar. Por conta das fezes dos pombos, que geralmente estão espalhadas por todo o território que ocupam, alguns fungos se desenvolvem e, quando em contato com o ser humano, são capazes de transmitir algumas doenças sérias.

Vejamos um pouco mais sobre cada possível doença que você arrisca adquirir quando não encontra um meio eficaz de como espantar pombo:

  • Toxoplasmose: doença infecciosa que as pessoas costumam associar somente aos ratos como transmissores e se esquecem do potencial transmissivo que os pombos oferecem. A toxoplasmose pode causar, primeiramente, aparição de ínguas na região do pescoço. Após esse primeiro sintoma, outros surgem, piorando o quadro da doença e podendo causar febre, dores musculares, dores de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo e uma dificuldade séria para enxergar;
  • Histoplasmose: é mais uma doença que aparenta ter consequências “leves”, ou seja, não proporcionam grandes riscos à saúde humana, mas ainda são preocupantes. A histoplasmose pode causar uma intensa micose que pode se tornar bem mais grave se chegar a afetar os órgãos internos. Ela é transmitida por meio das fezes dos pombos e é importante frisar que mesmo que você não lembre de ter entrado contato algum com as fezes de pombo, não significa que não tenha, de fato. Por isso, tenha atenção aos possíveis sintomas para que aprenda a identificar;
  • Alergias: é possível desenvolver alergia pelo contato com as fezes dos pombos e a mais comum dentre essas é a dermatite, que causa coceira e infecções de diversos graus.

Posso matar o pombo para evitar contrair todas essas doenças?

Diz a Lei nº 9.605/95, mais conhecida como Código de Defesa Florestal, que ninguém pode matar animais como forma de extermínio, tal prática é considerada crime. Assim como para os demais crimes, matar animais resulta em punição para o transgressor. A pena pode ser cumulativa, ou seja, além de detenção, a pessoa deverá pagar uma multa.

Ainda que os pombos sejam possíveis transmissores de uma variedade de doenças, já faladas aqui, é não somente ilegal a prática de matar esses animais como também é moralmente condenável. Hoje já há disponível um leque de opções de soluções de como espantar pombo. Vejamos algumas dessas opções a seguir.

Repelente ultrassom para pombos

Ilustração de ondas sonoras simbolizando o funcionamento de um repelente ultra-sonico.

O repelente ultrassom, ou repelente eletrônico é uma das opções que você tem a seu dispor para espantar pombos em sua casa. O repelente eletrônico de pombos da Mansão dos Repelentes tem dois modelos disponíveis para você escolher aquele que melhor se adequa ao seu ambiente:

  • REP -02: possui dois emissores de ultrassom, com um alcance de aproximadamente 10 metros.
  • REP -06: conta com seis emissores de ultrassom, com alcance de 30 metros.

Se o local onde você precisa instalar o repelente for pequeno, o REP -02 já faz e muito bem o serviço. Mas se o local que precisa ser protegido for maior, como uma empresa, por exemplo, o REP -06 é ideal.

O repelente, em ambas as opções de modelo, vem com instruções detalhadas de uso e de instalação. Isso faz com que se torne muito fácil o usuário final instalar o repelente sozinho, dispensando o gasto de contratação de um profissional para fazê-lo.

Há, ainda, a versão em gel de repelente para pombos. Você pode conhecer mais sobre ela clicando aqui.